Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CINEBLOG

CINEBLOG

The End of the F***ing World. O apocalipse é uma questão de perspetiva

 

The end of the f***ing world

The End of the F***ing World não é uma paixão à primeira vista.

Durante a primeira hora, a nova série da Netflix (transmitida originalmente no Channel 4 britânico) é pouco mais do que um exercício de bizarria macabra que aparenta não querer chegar a lado nenhum: personagens incómodos em situações extremas que parecem ter sido escritas com o único propósito de chocar. Se os capítulos fossem maiores, provavelmente teria ficado pelo primeiro episódio.

Ver mais )

Dark: Aquilo que não sabemos é um oceano

darknetflix.jpg

Comecei a ver Dark porque mo venderam como uma espécie de Stranger Things alemão. Continuei a ver porque aquilo que encontrei foi tudo menos um Stranger Things alemão.

A série começa com um suicídio e um desaparecimento (ou será o contrário?). Depois vêm os cadáveres, a gruta e o chocolate (ainda se lembram do tempo em que o Twix se chamava Raider?). Todos parecem suspeitos e os sintetizadores parecem saber o que se está a passar. Os mistérios vão-se acumulando, as dúvidas multiplicam-se e os personagens, esses, são mais do que as mães.

Ler mais )

A Netflix vai "all in" na Comic-Con 2016: Trailers de "Luke Cage", "Iron Fist" e "The Defenders"

netflixmarvelcc2016.jpg

Já arrancou mais uma Comic-Con de San Diego, aquela que é provavelmente a mais popular convenção de banda-desenhada e cultura pop da atualidade. Sem os painéis da Universal, Fox e Sony e com a Paramount dedicada exclusivamente ao novo "Star Trek", a edição 2016 parece trazer uma interessante mudança de paradigma.

Quem parece estar a aproveitar a ausência dos gigantes é a Neftlix que na última madrugada trouxe um painel absolutamente explosivo.

Ora vejamos:

Ver mais )

Siga-nos:

Blogue a 24fps que não necessita de óculos 3D. Online desde 2003.

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.