Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CINEBLOG

CINEBLOG

Ocean's Thirteen



"You're analog players in a digital world"


Não há muito que poderei dizer desde "Ocean's 13", que não tenha já dito dos anteriores... e isso, caros leitores, garanto-vos que é um dos maiores elogios que lhe posso fazer.

Não há nada de realmente novo neste filme (talvez o facto de ter saído a nossa amiga Julia, mas... temos Al Pacino, meus senhores), mas ao contrário dos mais recentes blockbusters de Verão (como o de uma certa aranha com problemas de personalidade, e o de uns piratas em vias de extinção) a fórmula parece estar tão fresca como quando surgiu.

Temos portanto um filme cheio de estilo e star power, bem montado e com um guião suficientemente coerente para nos manter colados a ele (desta vez Soderbergh abandonou os devaneios europeus na primeira sequela, e voltou ao glamour muito próprio do original).

O elenco continua igual a si próprio, e, mesmo que todos mantenham o estilo a que já nos habituaram, devo dizer que me agradou particularmente a inclusão de um novo vilão com a categoria do grande Al Pacino, esse monstro da representação. Apesar do filme nunca se levar demasiado a sério (o que me lembra que, se o timing cómico de Soderbergh não é perfeito, anda lá perto) , também nunca cai na parvoíce, como pode provar a introdução do carismático magnata Willie Bank.

Um filme do mais puro entretenimento, que mesmo sem adicionar nada de novo, surgiu, para mim, como um verdadeiro oásis no deserto intelectual que têm sido os supostos grandes sucessos do ano, e uma grande homenagem (como toda a saga até agora) à época em que se fazia um cinema de entretenimento destinado a entreter algo mais do ue as carteiras dos seus produtores...

E ainda dizem que o 13 é um número de azar...

(7.5/10) * * * *

Kevin Spacey diz adeus... (??)

Em declarações ao London Tonight, Kevin Spacey disse:

Já não quero saber da minha carreira de actor. Acabou. Depois de 10 anos a fazer filmes - melhor do que aquilo que poderia ter imaginado - tive que me perguntar : "O que é que é suposto eu fazer com o sucesso que tive?" Vou continuar a fazer filmes atrás de filmes preocupado com que se estou bem, se estou mal, se estou bom, ou não?


Hmm... E agora?

Siga-nos:

Blogue a 24fps que não necessita de óculos 3D. Online desde 2003.

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.