Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CINEBLOG

CINEBLOG

"One Missed Call" - trailer

Continuando no terror agora é a vez do oriente. "One Missed Call" é o remake americano de "Chakushin ari", que passaria desapercebido se não fosse o caso de ser realizado por um dos mestres do terror, Takashi Miike (o remake, não a versão americana).

Mas mesmo assim, não esperem aqui nada de muito original. Toda a estrutura narrativa de "Chakushin ari" (assim como a própria resolução) é um copy/paste de outros filmes de terror asiáticos, e se não fosse a violência superior de algumas cenas (afinal Miike ainda é Miike), nada de minimamente interessante haveria para ver aqui.

O filme fala de uma maldição que passa de telemóvel em telemóvel. As pessoas recebem um telefonema delas próprias na hora da sua morte. Ora... há uma forma fácil de evitar que isto aconteça. Ir para o estrangeiro! Com o preço dos tarifários em roaming, nem a morte se arriscava a telefonar... isto claro, se não quisesse penhorar a gadanha ou aquela fatiota tão janota.

Aqui fica o trailer! (funciona como o anterior. Escolham HD para o glorioso Quicktime)

"The Myst" - trailer

Stephen King é daqueles autores que não precisa de apresentações. Os direitos de autor que recebe por tudo o que já criou é superior ao PIB de muitos países.

"The Mist" é mais uma obra sua adaptada ao grande ecrã, mais não é mais uma simples adaptação. Por detrás das câmaras volta a estar Frank Darabont, o realizador que nos trouxe aquelas que considero as duas melhores adaptações de King desde "The Shinning". Estou a falar claro de "The Green Mile" e "The Shawshank Redemption".

Por isso, mesmo sendo outro género, esperem coisas boas deste "The Myst".

Vem o trailer aqui! (escolham HD para o glorioso Quicktime)

(de regresso à obra de King está também Thomas Jane, depois do sofrível "Dreamcatcher")

Blog Day 2007

Blog Day 2007


Neste dia do blog (sim, isso existe) para além da programação habitual típica do dia, vou responder à pergunta que mais vezes me é colocada, na condição de blogueiro:

:: Porquê blogar sobre cinema?

E a resposta é, como deverão calcular :

Porque é muito mais fácil do que realizar o meu verdadeiro sonho - ser piloto numa campeonato imaginário de corridas de tractores no Estádio da Luz.

Fazendo este esclarecimento, aqui ficam as recomendações, sem nenhuma ordem específica:

* * *

A Pipoca Mais Doce : conheci este blog pelo título (pensei que fosse um blog de cinema, e como tal já estava a postos para aniquilar a concorrência) mas a verdade é que me deparei com um blog de gaja que me deixou altamente viciado - e que me levou a levantar grandes questões sobre a minha verdadeira sexualidade.

BLOGotinha : Uma veterana que já cá anda há mais tempo que eu... e que dispensa apresentações!

Sokedih.pt : Foi umas das minhas primeiras visitantes mais fiéis, e uma das blogueiras pelas quais tenho mais carinho (para além de ser uma cartoonista e de ser dotada de um excelente sentido de humor). Recentemente voltou de armas e bagagens para o Sapo. Bem vinda!!

Phil's Mind Spot : Umas das mentes por detrás do defunto "Jam Session", mas que é também um excelente blogueiro a solo. Um dos meus indispensáveis.

A Arrelia do Quico : Mais um dos veteranos, desta vez do SAPO. Atrevam-se a descobrir o que arrelia tanto o nosso amigo Quico.

* * *

Ora vamos lá ver o ponto de situação:

BlogDay posting instructions:

1. Find 5 new Blogs that you find interesting. check
2. Notify the 5 bloggers that you are recommending them as part of BlogDay 2007. check
3. Write a short description of the Blogs and place a link to the recommended Blogs. check
4. Post the BlogDay Post (on August 31st) and check
5. Add the BlogDay tag using this link: http://technorati.com/tag/BlogDay2007 and a link to the BlogDay web site at http://www.blogday.org
...

hmmm...

Technorati Tags: blogday2007
··· check

Para o ano há mais.

Uma mania minha... (2)

Aqui há um par de horas, estava eu a sair de uma sala de cinema (por falar nisso, "Hairspray" é das experiências mais refrescantes e surpreendentes da temporada), quando me deparei com o poster de um filme chamado "Shark Bait" (podem ver em baixo).

Depois de soltar um sentido: "C'um caneco. Mas que obra tão original!! Como é que se lembraram de uma coisa destas?", iniciei um processo mental de especulação cinéfila, com o intuito de descobrir o argumento de tão inédita obra cinematográfica.

É esse processo mental que tentarei descrever (na medida do possível) nas seguintes linhas:



O pequeno peixe cor-de-laranja parece assustado. O que o andará a atormentar? Será o tubarão gigante que está atrás dele com um aspecto deveras esfomeado?... Pode ser mas... não.. deve ser outra coisa... Já sei. Está perdido!

Temos portanto um pequeno peixe cor-de-laranja que se perdeu da família. Que se perdeu da família, digamos, numa visita de estudo! Bolas... o pai deve andar preocupado. Ao seu lado está uma "peixa" (o feminino de peixe, porque sou demasiado preguiçoso para escrever sempre "peixe fêmea"). Provavelmente ele conheceu essa "peixa" quando se perdeu da família, e ela provavelmente está a tentar ajudá-lo a regressar.

Mas vejo pelo olhar pecaminoso e ausente da "peixa" (está provavelmente a imaginar uma sessão de sexo selvagem - vejam o sorriso revelador) que ela tem algum tipo de interesse amoroso no nosso pequeno herói, interesse esse que não revela, e portanto não é correspondido.

Agora que reparo bem no tubarão, ele parece-me algo estranho... pouco normal. Hmm... provavelmente é vegetariano! É um tubarão vegetariano que sofre uma pressão constante da família para começar a comer carne, família essa que o mantém vigiado por aqueles 3 peixes lá atrás.

Ah... provavelmente a família do tubarão anda a atormentar a cidade subaquática em que vive o pequeno peixe laranja. Quando o tubarão fala com o pequeno peixe para o avisar que não está a pensar comê-lo, este fica a saber que o peixe não consegue regressar a casa e oferece-se para o levar (porque reconhece o nome da cidade como sendo o sítio que a sua família anda a atormentar há meses).

É então que eles arquitectam um plano genial: o tubarão finge ser morto pelo pequeno peixe laranja. Desta forma, a família do tubarão fica com medo e deixa de incomodar a cidade do nosso herói, enquanto que o tubarão fica livre para iniciar uma vida de vegetarianismo sem que ninguém o julgue, provavelmente vestido de golfinho. Aquela pérola que ele leva na mão, é parte do plano. Ele finge que aquela pérola lhe dá os super-poderes que lhe permitiram vencer o tubarão.

Entretanto pelo caminho encontram aquela tartaruga que o ajuda a atravessar uma zona de fortes correntes...

... e já viram aquele peixe azul? Tem mesmo ar de quem tem problemas de memória... Mas... naaaah... fazerem um filme de animação subaquático com um peixe amnésico... isso não teria sucesso...

... pois não?

Batman enforcado!!

Através do AICN.com chega-nos a seguinte imagem directamente das gravações de "The Dark Knight".

Estará o Batman condenado? Será que o Joker venceu? ahhhhh... Vamos morrer todos.

* J.B. está neste momento a correr para o supermercado para comprar todos os tipos de mantimentos (incluindo atum, muito atum!... e chupa chupas... daqueles pequenitos que vêm numa embalagem de cigarros) para se trancar em casa à espera de um fim sem muito sofrimento - claro que para isto acontecer não pode ligar a televisão nacional *

"The Happening" - o regresso de Shyamalan

Em tempos eu idolatrei M. Night Shyamalan. Mas eis que surgiu "Lady in the Water", e constatei uma verdade que me obrigou a chorar em posição fetal barricado no meu quarto, enquanto devorava bolachas "Belgas" : Shyamalan também falha. Shyamalan é humano.

Não é que ser humano seja algo obrigatoriamente mau. A maioria da população humana sofre dessa condição (a maioria porque há sempre excepções. Os apresentadores dos programas nocturnos dos 2 canais privados nacionais ainda têm o estatuto por definir, assim como Chuck Norris). Mas eu considerava o Shyamalan como um Deus do suspense. Uma divindade do assusta-e-esconde.

Mas o que é certo é que apesar do seu último descalabro, ele vai voltar com "The Happening", projecto protagonizado por Mark Wahlberg que viu alguns dos seus segredos revelados online.

Um deles é o seguinte texto (que têm que seleccionar para lerem, já que se trata de um possível - embora pouco provável - spoiler) :

Alguma coisa está a fazer a população de Filadélfia suicidar-se e ninguém parece saber o que é. Numa cena, algumas pessoas estão a atravessar de carro uma zona rural e descobrem (talvez pelo rádio) que é um vírus que se transmite pelo ar. Como estavam no campo pensaram que estavam livres de perigo. É então que passam por uma quinta e vêm três agricultores enforcados com mangueiras. Eles ainda fecham as janelas do carro, mas é tarde de mais. O carro pára, e depois acelera contra uma árvore. As duas pessoas nos bancos da frente são projectadas pela janela e morrem instantaneamente. O personagem de John Leguizamo que estava no banco de trás sobrevive... mas sai do carro, agarra num pedaço de vidro partido da janela e corta os pulsos.


Perante isto (e assumindo que estes rumores têm algum fundamento), parece-me que M. Night, farto de que os espectadores iludidos pelos seus trailers lhe peçam sangue, resolveu brindar-nos com um festim digno de Romero (O George... não a Merche).

E já agora, aqui ficam imagens das gravações, cortesia de Phillyist.com.

Pág. 1/4

Siga-nos:

Blogue a 24fps que não necessita de óculos 3D. Online desde 2003.

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.