Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CINEBLOG

CINEBLOG

Uma mania minha... (2)

Aqui há um par de horas, estava eu a sair de uma sala de cinema (por falar nisso, "Hairspray" é das experiências mais refrescantes e surpreendentes da temporada), quando me deparei com o poster de um filme chamado "Shark Bait" (podem ver em baixo).

Depois de soltar um sentido: "C'um caneco. Mas que obra tão original!! Como é que se lembraram de uma coisa destas?", iniciei um processo mental de especulação cinéfila, com o intuito de descobrir o argumento de tão inédita obra cinematográfica.

É esse processo mental que tentarei descrever (na medida do possível) nas seguintes linhas:



O pequeno peixe cor-de-laranja parece assustado. O que o andará a atormentar? Será o tubarão gigante que está atrás dele com um aspecto deveras esfomeado?... Pode ser mas... não.. deve ser outra coisa... Já sei. Está perdido!

Temos portanto um pequeno peixe cor-de-laranja que se perdeu da família. Que se perdeu da família, digamos, numa visita de estudo! Bolas... o pai deve andar preocupado. Ao seu lado está uma "peixa" (o feminino de peixe, porque sou demasiado preguiçoso para escrever sempre "peixe fêmea"). Provavelmente ele conheceu essa "peixa" quando se perdeu da família, e ela provavelmente está a tentar ajudá-lo a regressar.

Mas vejo pelo olhar pecaminoso e ausente da "peixa" (está provavelmente a imaginar uma sessão de sexo selvagem - vejam o sorriso revelador) que ela tem algum tipo de interesse amoroso no nosso pequeno herói, interesse esse que não revela, e portanto não é correspondido.

Agora que reparo bem no tubarão, ele parece-me algo estranho... pouco normal. Hmm... provavelmente é vegetariano! É um tubarão vegetariano que sofre uma pressão constante da família para começar a comer carne, família essa que o mantém vigiado por aqueles 3 peixes lá atrás.

Ah... provavelmente a família do tubarão anda a atormentar a cidade subaquática em que vive o pequeno peixe laranja. Quando o tubarão fala com o pequeno peixe para o avisar que não está a pensar comê-lo, este fica a saber que o peixe não consegue regressar a casa e oferece-se para o levar (porque reconhece o nome da cidade como sendo o sítio que a sua família anda a atormentar há meses).

É então que eles arquitectam um plano genial: o tubarão finge ser morto pelo pequeno peixe laranja. Desta forma, a família do tubarão fica com medo e deixa de incomodar a cidade do nosso herói, enquanto que o tubarão fica livre para iniciar uma vida de vegetarianismo sem que ninguém o julgue, provavelmente vestido de golfinho. Aquela pérola que ele leva na mão, é parte do plano. Ele finge que aquela pérola lhe dá os super-poderes que lhe permitiram vencer o tubarão.

Entretanto pelo caminho encontram aquela tartaruga que o ajuda a atravessar uma zona de fortes correntes...

... e já viram aquele peixe azul? Tem mesmo ar de quem tem problemas de memória... Mas... naaaah... fazerem um filme de animação subaquático com um peixe amnésico... isso não teria sucesso...

... pois não?

Siga-nos:

Blogue a 24fps que não necessita de óculos 3D. Online desde 2003.

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.