Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

CINEBLOG

CINEBLOG

Duas mães e um dador de esperma


The Kids Are All Right, comédia sensação de Lisa Cholodenko (que tem no curriculum séries como Six Feet Under e L-Word), faz-me lembrar um popular trailer falso do The Shining que transformava o clássico de Kubrick numa comédia romântica perfeitamente genérica.

O coração desta suposta comédia é uma dramalhão de proporções gigantescas, onde uma família homossexual vê o seu quotidiano «perfeito» ser abalado pela chegada de um estranho. De um momento para o outro, as fundações de uma relação estável revelam-se muito mais fracas do que todos julgavam. The Kids Are All Right não só aborda um dos temas mais quentes dos últimos tempos (a adoção por parte de casais homossexuais) como o faz de uma forma arriscada, levantando dúvidas sobre as raízes das próprias relações com o recurso a um insólito triângulo amoroso.

No entanto, tal como no trailer do The Shining, essa essência encontra-se dissimulada num pacote de diálogos leves e música bem disposta. É inegável que, como está, The Kids Are All Right, é uma comédia bem construída, com bons momentos de humor, que trata um tema arriscado de uma forma ligeira e relativamente inteligente. Mas é também inegável que poderia ter sido algo mais.

As interpretação são funcionais - Annette Bening e Julianne Moore estão bem mas não deslumbram - e a realização é o que se poderia esperar no género. O problema é que, quando o tema e as boas ideias se esgotam, Cholodenko acaba por cair, impiedosamente, nos clichés do género deitando a perder quase todos os méritos da premissa.

Siga-nos:

Blogue a 24fps que não necessita de óculos 3D. Online desde 2003.

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.