Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CINEBLOG

CINEBLOG

Dark City

Realizado por: Alex Proyas
Com: Rufus Sewell, William Hurt, Kiefer Sutherland, Jennifer Connelly, Richard O'Brien entre outros...

Do realizador do surpreendente "The Crow", temos este "Dark City", um filme cheio de originalidade, que tem o dom de combinar na perfeição os melhores elementos da ficção científica, com o ambiente do melhor dos filmes "noir".

A historia gira em torno de uma cidade eternamente escura, dominada pelos misteriosos "The Strangers" que a utilizam para fazer experiencias nos seres humanos que a habitam, tentando com isso descobrir o que faz cada ser humano único...

Fazendo lembrar "Blade Runner" este filme adquiriu o estatuto de "Filme de Culto" e muitos acusam o "Matrix" de o ter plagiado

As interpretações estão á altura (mesmo que Kiefer Sutherland ás vezes seja um pouco irritante) e os efeitos especiais são magnificos.
Mas o ponto alto do filme é a sua historia e a forma como relaciona psicologia, filosofia e ficção cientifica num único filme "noir"...
O maior defeito? O final... Poderia ter sido muito menos "lamechas"...
Recomendado a todos os que procuraram algo original...

(e para verem as semelhanças entre este e o "Matrix" visitem este site... Se bem que na práctica as semelhanças não são tão evidentes.)



No Ouvido:

Dr. Schreber: First came darkness, then came the strangers.

Mr. Wall: Do not fret, Anna. I will give you some more pretty things soon.
Emma Murdoch: I'm not Anna.
Mr. Wall: You will be soon, yes.

Mr. Hand: I have become the monster you were intended to be.

Inspector Frank Bumstead: So Husselbeck, what kind of killer do you think stops to save a dying fish?

Mr. Book: Is it done?
Mr. Hand: Oh yes, Mr. Book. I have John Murdoch in mind.

John Murdoch: I know this is gonna sound crazy, but what if we never knew each other before now... and everything you remember, and everything that I'm supposed to remember, never really happened, someone just wants us to think it did?
Emma Murdoch: But how can that be true? I so vividly remember meeting you. I remember falling in love with you. I remember losing you.
Emma Murdoch: I love you John, you can't fake something like that.
John Murdoch: No, you can't.


8 comentários

Comentar post

Siga-nos:

Blogue a 24fps que não necessita de óculos 3D. Online desde 2003.

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.