Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CINEBLOG

CINEBLOG

Sean Penn destaca-se em Bollywood

Se não fosse pelos surpreendentes números músicais de Hugh Jackman e pela estatueta que Sean Penn «roubou» à ultima hora a Mickey Rourke, poder-se-ia muito bem dizer que a 81ª cerimónia de entrega dos Óscares tinha sido uma das previsíveis dos últimos tempos.

 

 

Muitos estavam apreensivos com a escolha de Jackman para host da gala. Era compreensível. A tradição exigia um humorista e a Academia deu-lhe um show man. Mas bastaram pouco minutos para o australiano arrancar à plateia a primeira ovação da noite, graças a uma animada e original apresentação músical dos nomeados. Na retina vai ficar durante muito tempo o dinâmismo de Frost/Nixon versão Jackman/Hathaway.

O grande vencedor da noite foi, sem surpresas, "Slumdog Millionaire". O domínio arrasador da película de Danny Boyle concretizou-se com a vitória em oito categorias - incluindo a de Melhor Filme e Realizador - e é caso para dizer que Hollywood abriu definitivamente as portas a Bollywood.

Nas categorias femininas não houve surpresas. Kate Winslet foi distinguida com o mais que esperado prémio de Melhor Actriz por "The Reader" e Penélope Cruz levou para Espanha a estatueta de Melhor Actriz Secundária por "Vicky Cristina Barcelona".

Faltava uma categoria para encerrar definitivamente a cerimónia quando acontece a surpresa da noite. Quando todos esperavam a coroação de Mickey Rourke como Melhor Actor do Ano, o nome de Sean Penn é pronunciado do Kodak Theater, dando a "Milk" o segundo prémio da noite - a juntar-se ao reconhecimento na categoria de Argumento Original - surpreendendo o próprio Penn que se viu obrigado a recorrer a um trémulo e improvisado discurso de aceitação.

Na categoria dedicada aos «secundários», Heath Ledger recebeu a mais que certa (e merecida) homenagem póstuma sob a forma de Óscar de Melhor Actor Secundário, pelo seu desempenho em "The Dark Knight".

Na animação, "Wall-E" venceu e convenceu levando mais um Óscar de Melhor Animação para a Pixar. Já "Okuribito" ("Departures") deu ao Japão a vitória na categoria de Filme Estrangeiro.

O derrotado da noite foi "The Curious Case of Benjamin Button", de David Fincher, que de rei das nomeações (13) passou a grande desilusão (embora também ela esperada). Apenas três estatuetas conquistadas e todas em categorias técnicas deixam o filme do homem que viveu ao contrário com um imenso amargo de boca.

"Doubt" e "Frost/Nixon" sairam de mãos a abanar e confirmaram o estatuto de «enche categorias» da noite.

(Texto publicado originalmente em Rascunho.net)

7 comentários

Comentar post

Siga-nos:

Blogue a 24fps que não necessita de óculos 3D. Online desde 2003.

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.