Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CINEBLOG

CINEBLOG

Ficção científica por procuração



No futuro a humanidade já não vai precisar de sair de casa. As tarefas do quotidiano (que vão desde aspirar a casa, ao sexo louco num beco escuro por detrás do local de diversão nocturna da moda) vão ser desempenhadas por duplos robóticos controlados remotamente pelos seus donos, confortavelmente instalados no conchego do seu lar. A criminalidade vai descer a números históricos, nunca mais ninguém se vai magoar e todos vão viver felizes para sempre. Pelo menos até ao dia em que alguém utilizar uma arma capaz de matar simultaneamente o «duplo» e o seu utilizador. A segurança da nação vai ameaçar o colapso e, de novo, ninguém vai estar seguro.

É desta forma que começa o mais recente thriller de ficção científica made in Hollywood. Está aberto o caminho para um enredo que segue a estrutura clássica da detective story à americana, com Bruce Willis no papel no investigador torturado pela perda de um filho.

Toda a narrativa de ficção científica decente é uma parábola que assenta numa extrapolação de um aspecto considerado quente na sociedade em que se insere. Neste caso a reflexão acontece em torno da web 2.0 e nos prejuízos que podem advir das chamadas redes sociais - são mais do que óbvias as semelhanças entre o mundo criado para Surrogates e a comunidade virtual Second Life.

 

Texto publicado na íntegra em Rascunho.iol.pt

1 comentário

Comentar post

Siga-nos:

Blogue a 24fps que não necessita de óculos 3D. Online desde 2003.

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.