Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CINEBLOG

CINEBLOG

Um cafuné no ego


Se há uma coisa que me orgulha acima de tudo é ser insultado na Internet por culpa de uma opinião/crítica/o que quer que lhe queiram chamar. E mais, ser insultado por alguém que não se identifica. Isso não só significa que as minhas opiniões são suficientemente relevantes para incomodar alguém e motivar uma acção contra mim (o que por si só já é muito bom), como significa que esse alguém me teme (o que é estranho uma vez que estamos nessa anarquia do anonimato chamada WWW).

É muito melhor que um troll. Há uma motivação intelectual para o insulto e isso é fantástico.

Confesso que às vezes não gosto muito de escrever críticas. Nem sempre sinto que sou capaz de me fazer compreender. Mas são comentários como o que recebi pela crítica ao Where the Wild Things Are (que podem ver originalmente aqui mas que transcreverei em baixo), que me fazem ver que afinal até estou a conseguir chegar a algum lado.

Muito obrigado Chico. És grande.

"Este JB Martins é severamente pateta. Como a maior parte dos críticos, não percebe nada de cinema porque se habituou a ver lixo e sempre fingiu ver pérolas europeias.

Carol não é Max, já agora. Carol é o lado violento de Max e este cresce ao confrontar KW e não Carol.

E caro JB, quer goste ou não do filme, a sua crítica está totalmente desprovida de conhecimento cinematográfico ou sensibilidade artística.

Obrigado"

9 comentários

Comentar post

Siga-nos:

Blogue a 24fps que não necessita de óculos 3D. Online desde 2003.

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.