Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

CINEBLOG

CINEBLOG

10 anos de CINEBLOG

E pronto. Cheguei lá. Aliás, chegámos. Todos nós. Sim, porque, por razões óbvias, vocês também fazem parte desta entidade coletiva, orgânica e virtual, chamada CINEBLOG. Chegou a hora de abrir o champanhe: chegámos à primeira década de existência. 

Quando chego a esta data tenho sempre dificuldades em encontrar alguma coisa nova para escrever. No dia 11 de julho o meu cérebro é levado, invariavelmente, numa viagem até ao passado. Desculpem se me repetir, mas a viagem é longa e sabem como é díficil encontrar os 1.21 gigawatts necessários para voltar a meter o condensador de fluxo a funcionar.

Já escrevi por diversas vezes (aqui, por exemplo) sobre como a internet era diferente em 2003 e como tenho saudades da pequena família de blogues de cinema que, contra ventos, marés e icebergs, atravessou pela primeira vez o oceano inóspito da Internet em direção ao continente inexplorado que era a cineblogosfera portuguesa.

Nessa altura, os blogues eram pessoais e intransmissíveis e estavam cheios de reflexões e opiniões, quase todas com mais de 140 caracteres. As distribuidoras nacionais ainda não tinham descoberto as potencialidades dos blogues, nem a facilidade com que, acenando com um visionamento de imprensa ou com meia dúzia de passatempos, conseguem que adolescentes sedentos de atenção lhes façam a tão desejada publicidade gratuita. Hoje em dia vejo blogues que duram um mês e que acabam porque "as visitas não corresponderam às expetativas".

Amigos, dificilmente um blogue vos vai tornar ricos e famosos, muito menos um blogue de cinema. Se quiserem escrever sobre cinema são muito bem vindos. Mas façam-no, por favor, sem segundas intenções. Não se vendam às grandes distribuidoras nem se formatem à rotina. Melhor ou pior, escrevam aquilo que vos vai na alma. Quando as distribuidoras se fartarem, o que resta do vosso blogue?

Mas pronto. As coisas mudaram. É inegável. É uma evolução natural e longe de mim querer parar o progresso. Há dez anos seria impensável ler este blogue no telemóvel ou fora deste template. Agora tenho de pensar os posts com todos esses formatos e possibilidades em mente. A mudança também é divertida e cheia de desafios.

Daqui a dez anos espero estar aqui novamente, a elogiar a Internet de hoje e a criticar os avanços medonhos que o futuro nos reserva.

A todos os que me acompanharam nesta década um muito obrigado. Este blogue pode já não ter as atualizações diárias de outros tempos, mas continua aqui, de pedra e cal, recheado com os meus ódios, traumas e paixões.

17 comentários

Comentar post

Siga-nos:

Blogue a 24fps que não necessita de óculos 3D. Online desde 2003.

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.