Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

CINEBLOG

CINEBLOG

As mais grandiosas bigodaças do cinema - Parte 1

bigodescinema.jpg

A tradição é tão antiga como este blogue. Desde 2003 que homens de todo o mundo aproveitam o mês de novembro para fazer experiências com os seus pelos faciais. O "movember", mistura mais ou menos feliz das palavras "moustache" (mo) e "november" (vember), nasceu na Austrália para alertar os homens para a necessidade de rastreios de saúde regulares. 

Aproveitando a boleia da iniciativa resolvi utilizar este mês para homenagear o bigode, esse multifacetado adorno facial que, para além de aumentar consideravelmente as hipóteses de se ser desejado pelo sexo posto (ou pelo mesmo sexo), é um excelente depósito de comida.

Paul Kersey em "Death Wish" (Charles Bronson) 

charlesbronson.jpg

Charles Bronson é o homem que todos os homens gostariam de ser. Tem pinta, tem carisma e tem um dos bigodes mais reconhecidos da história do cinema. Curiosamente, deixou-nos no ano em que as comemorações do Movember começaram, claramente uma manobra do universo para reclamar para ele o bigode mais cool da humanidade.

Bill The Butcher em "Gangs of New York" (Daniel Day-Lewis)

billthebutcher.jpg

A escolha não foi fácil. Antes de começar a escrever este texto estava indeciso entre o exótico e retorcido bigode do Bill The Butcher ou a escova clássica do Daniel Plainview do "There Will Be Blood". Uma coisa é certa: o Daniel Day-Lewis tinha de cá estar. 

The Stranger em "The Big Lebowski" (Sam Elliot)

samelliot.jpg

Escolhi o "The Big Lebowski", como poderia ter escolhido o "Tombstone", o "Ghost Rider", o "The Golden Compass" ou outro filme qualquer com o Sam Elliot. A bigodaça texana do sr. Elliot habituou-nos à sua presença em qualquer filme em que seja preciso um cowboy da velha guarda para mostrar à juventude o poder dos pelos faciais.

Peter Mitchell em "3 Men and a Baby" (Tom Selleck)

tomselleck_bigode.jpg

Tenho a perfeita noção de que se é para falar do Tom Selleck o mais justo seria destacar o "Magnum. P.I.". Como infelizmente o Magnum nunca deu o salto para o grande ecrã e eu tenho de me manter fiel à premissa, este foi o primeiro filme dele que me veio à cabeça. Dizem que tem fantasmas e tudo. Provavelmente um desgraçado que não resistiu ao poder de um dos bigodes mais reconhecidos do sistema solar.

Zed em "Zardoz" (Sean Connery)

connery_bigode.jpg

Enquanto andava à procura de uma fotografia do Sean Connery para ilustrar um artigo (uma imagem sóbria, possivelmente a preto e branco, onde o Sir Connery exibisse orgulhosamente o seu digníssimo bigode) deparei-me com a imagem que ilustra esta entrada. Não fazia ideia o que era o "Zardoz" e perguntei-me como pude viver todos estes anos na ignorância. Depois de uma noite mal dormida em frente à televisão passou imediatamente para a minha lista de indispensáveis.

Apollo Creed em "Rocky" (Carl Weathers)

apollocreedrocky.jpg

Apollo Creed não foi apenas o primeiro rival do Garanhão Italiano. É também o dono de um dos mais reconhecíveis pornstaches da história do cinema mainstream. Agora que o seu filho está prestes a estrear um filme a solo, é bom que meta os olhos no verdadeiro legado do pai.

Bandit em "Smokey and the Bandit" (Burt Reynolds)

burtreynolds_movember.jpg

Não foi por acaso que optei por colocar o Burt Reynolds e o Charles Bronson em lados opostos desta lista. O tecido da realidade é demasiado fraco para aguentar tamanha espetacularidade e não quero ser responsabilizado pelo fim do mundo como o conhecemos.

 

Continua...

 

Siga-nos:

Blogue a 24fps que não necessita de óculos 3D. Online desde 2003.

Pesquisar

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.